Proyectos | Formación y debate

INTERFACES 10 (Río de Janeiro)

 
Center for Technology and Society (CTS)
Río de Janeiro (Brasil)
Fechas
03-12-2010 - 04-12-2010

PRODUCCIONES DORADAS EN INTERFACES 10 (CTS, Río de Janeiro)

 

El próximo 3 de diciembre participaremos en un seminario dentro de la programación del "Center for Technology and Society (CTS)" dirigido por Ronaldo Lemos en Rio de Janeiro.

Aquí ponemos la información del seminario y la mesa en la que participaremos con el título de "Música: innovaciones en los modelos de negocio":

Más información: http://direitorio.fgv.br/cts/interfaces10


A conferência estratégica INTERFACES10 promove uma discussão sobre o avanço tecnológico para a promoção de políticas públicas e aperfeiçoamento de práticas privadas brasileiras.

Organizada conjuntamente pelo Centro de Tecnologia e Sociedade da Escola de Direito (CTS-FGV) e pelo Centro de Matemática Aplicada, ambos da Fundação Getulio Vargas, a conferência traz uma perspectiva abrangente tanto de ciências humanas quanto exatas, abordando não só questões políticas, econômicas e jurídicas, mas também questões técnicas. A conferência é realizada graças ao apoio do IDRC (International Development Research Center), no âmbito do projeto Open Business.


3/12/2010-14:00 – Painel 6 – Música: inovações nos modelos de negócio

Assunto: O debate que gira em torno da crise da indústria fonográfica tornou-se lugar-comum. Já existe a noção clara de que a revolução tecnológica, iniciada nos anos 90, gerou uma mudança não só na maneira em que a sociedade consome música, mas principalmente, nos modos de produção e distribuição. O objetivo desse painel é discutir quais são esses novos modelos e usos inovadores.


Palestrantes confirmados:
Daniel Granados – Produciones Doradas – Espanha
Carolina Botero – Open Business – Colômbia
Mauricio Pardo – Open Business – Colômbia
Paula Magariños – Soto y Magariños Consultoría – Argentina
Carlos Taran - Open Business - Argentina
Ronaldo Lemos - Centro de Tecnologia e Sociedade - FGV

Dentre os temas abordados estão incluídas questões que irão propiciar grandes mudanças, como:

- a web semântica;
- o processamento automatizado de dados (como textos, imagens e vídeos);
- a visualização de grandes volumes de dados;
- o uso da tecnologia na educação;
- o impacto tecnológico nas práticas democráticas, incluindo a questão do voto eletrônico e da urna digital;
- a tecnologia em vista da produção cultural e do entretenimento;
- os direitos autorais;   
- a cultura da internet;
- a emergência de novos modelos de negócio a partir da apropriação tecnológica;
- governança global da rede, incluindo o papel da ICANN e do IGF
- games e seu impacto social, bem sua análise enquanto mídia;
- o desafio da formalização das práticas tecnológicas periféricas, incluindo lan-houses e outros modelos de negócio;
- estrutura das redes sociais;
- grandes temas como privacidade, inovação aberta, neutralidade da rede e responsabilidade dos provedores;
- propostas de regulamentação legislativa com impacto sobre a rede: reforma dos direitos autorais, marco civil da internet e projeto de lei para o combate aos cibercrimes

O objetivo do seminário é contribuir para o posicionamento estratégico do Brasil  com relação às diversas repercussões jurídicas, econômicas, políticas e técnicas, em um cenário de rápida transformação tecnológica.